segunda-feira, 23 de maio de 2016

# Filmes # My girl

Opinião «My girl»

My girl é um drama de 1991, dirigido por Howard Zieff.

Este é, sem dúvida alguma, um dos filmes que mais me comoveu até hoje. Daqueles em que é difícil conter as lágrimas e os suspiros emocionados. A história do primeiro amor, frágil e inocente mas já cheio de intensidade e de uma carga emocional enorme. O amor verdadeiro entre crianças, o mais puro e inocente de todos mas também aquele que nos marca para toda a vida. 
Este filme é a prova disso. Mostra-nos como o primeiro amor deixa marcas eternas. Aliás, este filme mostra que o amor não tem mesmo idade, duas crianças podem amar-se de forma tão ou mais verdadeira que dois adultos. Acho que é isso que distingue o amor na infância do amor na fase adulta: a inocência, a fragilidade, as não segundas intenções. Se querem ver um filme que vos emocione e vos faça relembrar aquele amor que tiveram na vossa infância, este é o filme ideal.
Esta história fala-nos de uma menina solitária, da sua relação com o seu melhor amigo e dos seus conflitos com a adolescência. O seu único e melhor amigo chama-se Thomas e é o típico menino posto de parte na escola e sem amigos. Com ele, Vada vive inúmeras aventuras, entre elas, o seu primeiro beijo. Para começar o verão da melhor forma, os dois sobem às árvores, o passatempo favorito de ambos. E é numa dessas aventuras que Vada propõe a Thomas darem um beijo para "saberem como é". O primeiro beijo de ambos provou-lhes que aquela amizade talvez fosse algo mais forte que isso, sendo que Thomas chega mesmo a dizer à amiga que quando fossem crescidos iriam casar. Mas até o amor nestas idades pode terminar da pior forma. Numa das aventuras deles na floresta, Thomas acerta num enxame de abelhas e, enquanto fogem, Vada perde o seu anel. Mais tarde, Thomas decide voltar ao anel para procurar o anel dela e poder fazê-la feliz devolvendo-lhe e mostrando o seu amor, mas as abelhas ainda estavam no local e atacaram o menino. Quando a polícia chega a casa do pai de Vada, ele corre para ir contar tudo à menina. Ela fica triste e diz que quer ver o melhor amigo mas é aí que se confronta com a dura realidade. O seu melhor amigo, o seu único amigo, o seu primeiro amor... tinha morrido. Thomas não sabia mas era alérgico a abelhas e as picadas delas desenvolveram uma reação alérgica que o impediu de sobreviver. Vada entra, então, num sofrimento sem fim que é amparado pelo seu pai. Mas a cena mais emocionante, mais surpreendente e que mais me tocou passa-se no velório do Thomas, quando Vada se aproxima e começa a falar com ele dizendo que ele tem de voltar para ela porque têm de subir às árvores juntos. Uma cena tocante e que me deixou sem palavras e em lágrimas.
Desta forma, não vos sei dizer ao certo o que mais me cativou neste filme, mas de uma coisa tenho a certeza: se há filme que mostra bem o que é o amor, este é um deles.

Já viram o filme? :)

8 comentários:

  1. Já vi sim, umas quatro vezes!! rs
    Sempre que passa na tv eu acabo assistindo...é lindo.


    Bjim...
    blog Usei Hoje

    ResponderEliminar
  2. Ainda não assisti a este filme, tenho de ver :)
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro esse filme , passava muito na sessão da tarde !

    Um beijo

    https://garotaantenadas2.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Esse filme faz parte da minha infância, já vi inúmeras vezes e sempre choro hahaha.

    Bjs

    http://blogpriscillamartinez.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Esse filme faz parte da minha infância, já vi inúmeras vezes e sempre choro hahaha.

    Bjs

    http://blogpriscillamartinez.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Já vi mais que uma vez e adoro sempre, é lindo!!! ^^
    Blogger @ The Girl In Jeans
    Arts & Crafts @ Três Azul

    ResponderEliminar
  7. Sem dúvida, querida :P Dá logo aquele ar leve ao coordenado :D

    Por acaso ainda não vi mas se tem uma carga emocional muito forte, não sei se será o mais indicado para mim :P

    NEW COOKING POST | Almond Cake.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  8. Olha, eu tinha 11 anos quando esse filme foi lançado e meu pai me levou pra assistir no cinema... pense numa pessoa que saiu de lá aos prantos.

    E até hoje choro quando assisto, é realmente um filme lindo e emocionante.

    Beijo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Instagram: @aquelenaoblog |

    | Julinha e os Vídeos - Canal do Youtube |

    ResponderEliminar

Até logo, Diamond!

Obrigada pela visita!
Volta Sempre :)