quarta-feira, 13 de setembro de 2017

# Entrevistas # Sara Madeira

Sara Madeira: «Sinto que já nasci com uma grande paixão pela arte em geral.»

Em 2009, vimo-la ganhar asas no programa Uma Canção Para Ti. A “voz limpa” da Sara não passou despercebida ao público, que contribuiu para que a jovem chegasse às meias finais do concurso da TVI. Mas a sua paixão pela música –e pelas artes em geral- não a deixou desistir e, atualmente, Sara Madeira é vocalista da banda Secret Lie, primeira banda portuguesa a alcançar o top internacional da Balcony TV.
Para além da música, Sara está também ligada ao teatro. E, nesta entrevista, fala-nos de todos estes aspetos e, sobretudo, de todo o seu percurso no mundo artístico.




Estás ligada à música e ao teatro. Sentes que nasceste para ser artista?
Sinto que já nasci com uma grande paixão pela arte em geral. Não só pela música ou pelo teatro. Adoro dança, apesar de não ser de todo o meu dom, mas também pela pintura. Adoro pintar sempre que tenho tempo livre, por isso estaria sempre envolvida neste meio que é o que mais me apaixona.

O que é que ser vocalista de uma banda te tem ensinado?
Tem-me ajudado muito no meu desenvolvimento profissional e pessoal, obviamente. Sempre fui tímida em ambientes que desconheço, e um concerto é uma exposição, é estar num espaço novo a actuar para pessoas que nos admiram mas que não conhecemos. Foi preciso crescer e ter uma certa coragem e disponibilidade, que teria de adquirir mais tarde ou mais cedo, visto que tanto na música como no teatro é fundamental.

E como surgiu essa oportunidade de seres vocalista dos Secret Lie?
Fiz um casting no Teatro São Carlos, na altura dos Santos Populares. Lembro-me perfeitamente. Estava muito descontraída porque, na realidade, não esperava de todo ser escolhida, tinha 16 anos e estava a "competir", digamos, com vozes muito mais maduras e com uma experiência que eu não tinha. Pelos vistos era exactamente isso que eles procuravam, o que foi óptimo para mim.

Numa palavra, como definirias o vosso percurso?
Posso utilizar duas? Rico e complicado.

Hoje em dia, ainda há muita gente a abordar-te como sendo a “Sara do Uma Canção Para Ti”?
Hoje em dia já não. Na altura lembro-me que foi uma febre, e era estranho porque éramos crianças e andávamos sempre juntos. Mas ao mesmo tempo achávamos muita piada a esse reconhecimento e a esse "cheirinho" do que é ser conhecido.

Quando olhas para trás e regressas a esse tempo, que memórias se sobressaem?
O descobrir do mundo por detrás das câmaras, a loucura que era estar em bastidores, ser maquilhada e penteada ao lado de caras que conhecemos da televisão e que acompanhamos. Tive o prazer de cantar com Simone de Oliveira, Anabela e Fernando Tordo, grandes nomes que sempre admirei, acompanhada de uma orquestra de músicos extraordinários. E, claro, todos os amigos que fiz e que se mantêm até hoje e que com certeza serão meus amigos para sempre!




Em que é que o programa foi benéfico para te ajudar a chegar onde estás hoje?
Eu digo sempre que tudo começou com o programa. Foi o empurrão e a ajuda que precisava para fazer o que já faço hoje em dia. Foi a primeira vez que cantei em público, e acho que esse choque foi necessário. Conheci muitas pessoas com quem já trabalhei entretanto e aprendi muitas coisas que me são indispensáveis hoje em dia.

E o teatro: em que momento surge na tua vida?
Sempre fez parte dos meus objectivos, mas só apareceu mesmo quando entrei na universidade.

Estas duas áreas acabam por completar-se na tua vida profissional. No entanto, preferes que as pessoas te recordem como a Sara cantora ou a Sara atriz?
É uma boa questão! Se conseguir ser mesmo boa nas duas áreas prefiro que me recordem como actriz cantora!

Para além da voz, o que é que tu e a Vaiana têm em comum?
Temos as duas pêlo na venta (risos) e não ficamos felizes com um "não", somos teimosas e determinadas e queremos sempre ver mais além do que nos é imposto. Sonhamos muito e achamos que conseguimos mudar o mundo!




Terminada esta entrevista resta-me agradecer à Sara por ter aceitado o meu convite e, acima de tudo, por toda a disponibilidade e simpatia.

10 comentários:

  1. A Sara é da minha zona, da Santa Terrinha :P Andou no mesmo Liceu que eu e apesar de gostar da voz dela não gosto de a ouvir cantar com os Secret Lie não sei porquê :/ Mas com certeza trabalhou para estar onde está :)

    ResponderEliminar
  2. Confesso que já não me recordava bem dela, no sentido de não associar o nome ao rosto e ao programa em questão, mas já me contextualizei :)
    Tem um voz fantástica! Adorei a entrevista

    r: Muito obrigada, minha querida *.* é tão bom ler isso!

    ResponderEliminar
  3. Hi Darling
    you have a really great Blog.
    Maybe we can Follow each other. Please let me know with a comment on my blog.
    Kisses
    http://www.swisstwins.ch/

    ResponderEliminar
  4. Novamente não conhecia o trabalho da Sara, mas vou cuscar ihih! Uma beijoca coração!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // GANHA UMA BEAUTY BOX!

    ResponderEliminar

Até logo, Diamond!

Obrigada pela visita!
Volta Sempre :)