sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Hoje tive um dia fantástico mas quando olhei para o visor do meu telemóvel congelei. Como assim já é dia 6? As férias estão a acabar! E sabem o que isso significa? Que vai voltar o stresse de fazer a mala e tentar não me esquecer de nada, aguentar 3h de viagem de autocarro, acordar cedo todos os dias e suportar horas de aulas sem adormecer e ainda, vai voltar aquele peso na consciência de “eu devia ter estudado em vez de estar a ver filmes”.
Estou feliz por estar a estudar onde estou e todos os dias agradeço a Deus por isso. No início foi bastante complicado estar longe de casa mas agora já controlo melhor as saudades, falo com os meus amigos e família todos os dias e isso ajudou-me bastante a ambientar-me a uma nova realidade. As saudades de Coimbra e das pessoas que lá deixei já apertam e por um lado, estou ansiosa por voltar lá, mas por outro, vou deixar uma parte do meu coração aqui. A verdade é que agora tenho duas casas, sei lá, é como se agora tivesse duas vidas e amo isso. Aprendi a adorar as viagens de autocarro para lá e para cá porque em cada uma delas sei que vou estar em diferentes sítios, com diferentes pessoas mas que me fazem sentir feliz em qualquer uma das cidades.
É tão bom estar de férias mas ao mesmo tempo saber que vai começar o segundo semestre é um traçar de objetivos que me trazem uma liberdade que nunca antes senti. Acho que nunca me senti tão livre como me sinto desde Setembro, e a liberdade traz crescimento e estou, sem dúvida, muito orgulhosa do quanto cresci nestes últimos meses e nem imaginam como foi estranho voltar à secundária para matar saudades e sentir que nunca pertenci, por completo, ali. As rotinas são diferentes, a maturidade também… E eu oiço tantas pessoas dizerem que sentem falta do secundário e sinto-me diferente porque eu não sinto. Sim, é certo que a exigência é outra, que tens muito mais trabalho na faculdade, que passas o tempo toda cansada, com vontade de dormir e com olheiras de sétima série mas é isso mesmo que me faz acordar todos os dias mais feliz, saber que vou viver… E a faculdade traz-te a vida que o secundário nunca te deu. Tens de fazer milhares de coisas ao mesmo tempo, cozinhar, limpar o quarto, apanhar autocarros, assistir às aulas, estudar e ainda arranjar tempo para fazeres coisas que mais gostas… É um stresse constante mas que, no final, sabe bem porque sentes que evoluíste e que não precisaste de ninguém para te ajudar. É nessa fase que descobres o quão independente tu já és e onde vais começando a definir mais afincadamente a tua personalidade.

Sim, tenho saudades dos velhos tempos mas estou extremamente feliz com a pessoa em que me tornei, antes eu não conseguia perceber bem como me definir mas agora, após viver tantos meses por minha conta e risco, descobri uma determinação que não sabia que existia, consegui descobrir melhor a minha personalidade e sinto-me muito melhor pessoa do que alguma vez fui. Estou orgulhosa e espero continuar a viver esta aventura da forma mais livre e feliz possível.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Até logo, Diamond!

Obrigada pela visita!
Volta Sempre :)